20 de fevereiro de 2024

Confissões de um poeta

Confesso
que amei

Penso
que melhor teria sido não ter amado

Ou
negado a mim mesmo

Negado
olhares

Ou
procuras

Bem
melhor seria não sentir

E nem
consentir

Confesso
que algumas vezes sofri

Quando
calei, quando fingir não amar

Mas
quando sofri foi por amar

Quando
calei foi porque meu coração escondia

E assim
confessando dores e amores

Não me
escondi em mim mesmo

Por
vezes a minha face não era a minha

De forma
que representei

Mas eu
sei que tudo foi por amor

 Nilson Ericeira