25 de fevereiro de 2024

Arari e o meu sol de todos os dias

Hoje o sol em mim me irradia

No peito uma saudade que me diz

Pois um sentimento tão intenso

Que se parece com maré de pororoca

É uma saudade que cada vez enche mais

É que eu preciso ir a ti e voltar logo

A essa gleba que Deus me deu para amar

Ah, ah, ah minha Arari do coração

És o ar do meu pulmão

Ainda bem que eu tenho o teu sol todos os dias

E se possível te ponho aqui em minhas mãos

Pois o que sinto é amor por esse lugar

Minha terra, meu berço tão querido

Aguarde-me só mais um pouquinho mais

Pois daqui a pouco eu chego a meu lugar

De onde eu sair, nunca sair, sempre estou

e agora vou voltar

Pois já até afio as minhas asas…

E dou asas a saudade que agora eu sei que vai passar…

Arari, minha terra tão querida

Arari, o amor da minha vida aí está

Arari, Deus te fez e te pôs nesse lugar

Saibas que no meu sol há tudo que faço com as mãos

Se te dou o sol, o céu e estrelas

E se te humanizo essa gente tão especial

Coloco tudo isso dentro do meu coração

Nilson Ericeira