22 de fevereiro de 2024

Pontos e contra pontos II – Democracia não se faz ao sabor das conveniências!

Eu
imagino que algumas pessoas até não concordem com os últimos acontecimentos de
vandalismo e terrorismo, mas pelo simples prazer de ser contra, sempre
encontram um argumento, mesmo que não tenha nenhum sentido.

Será
que alguém de sã consciência concorda em realizar quebra-quebra contra o
patrimônio público?

Quem
contribui com ação ou omissão… Encontra tipificação legal.

Todos
temos o pleno direito de opções de quaisquer formas, seja de que cunho for, mas
antes, precisamos respeitar o direito do outro, de igual modo que desejamos ser
respeitados.

O
que queremos: viver num país que tenha ordem e respeito às leis
independentemente de que candidatos venhamos a apoiar ou tenhamos apoiado. Isto
é Democracia, coisa que nem sempre bate com as nossas conveniências, pois estas
nem sempre coincidem com o texto da Lei.

Percebem-se
muitas ilações e devaneios, salvo engano.

Esta
é a minha a minha opinião que é tão importante quanto a sua que necessariamente
não precisam ser próximas, mas respeitadas de igual modo.