20 de fevereiro de 2024

O meu complemento

O que me falta

Preencho em palavras

O que me dá sede

Conforta-me em justiça

O que me cala

Aumenta meu eco solidário

O que me ignora

Fortalece-me na minha luta

O que peço

Estendo mãos e braços para acolher um irmão

E formo correntes…

O que me prende

Não encarcera em ideias

O que me negam

Sei que tenho direitos

E que sem os quais sou cidadão pela metade

O que me preenche

Me esbalda

Derrama

Sai e vira chama

O amor!

   Nilson Ericeira