20 de fevereiro de 2024

PC Ericeira, fez três anos e sempre lembraremos de você!

Mas todos os dias muitas lembranças nos cercam e a saudade só nos aproxima. 

Eu não questiona a tua ida, quando alguém
me pergunta sobre tal despedida, eu sempre digo que foi feita a vontade de Deus
e que só nos cabem compreender.

Ao tempo em que sei ser entendido pelos
lembram e prezam você. Assim como registros marcas de ingratidão de uns poucos
que em nada tiram o teu valor.

Há três anos Arari perdeu um dos seus
maiores e melhores poetas e escritores, a nossa família e amigos perdemos o ser
humano dotado de muitas virtudes, entre as quais a inteligência, lealdade e
sinceridade.

Paulo César Ericeira de Sousa partiu
exatamente no dia 27
de março de 2019, abruptamente, pois nos pegou de
surpresa! Não contávamos com tal destroço em nós. Nossos corações e a nossa dor
não cessa… Todos os dias buscamos recursos de conforto nos amigos e na
família.

Ao contrário do que alguns poucos imaginam,
éramos amigos, daqueles que sabiam divergir e entender a posição política,
ideológica e religiosa um do outro.

Assim, quando retornei a Arari em 2013,
para realizar um trabalho muito especial na área da educação, afinamos o
discurso com muito respeito ao que um e outro fazíamos.

Nesse sentido, editei todos os textos de
sua autoria que não envolvem a política local e muito menos alimentei divergências
com quem quer que seja. E, assim, interagimos sobre poesias e muitas abstrações
não menos importantes. Guardei as imagens de Arari que consta do seu arquivo
‘Na lente do poeta, retranca de mesmo nome com a qual começou a postar imagens
das gentes e coisas de Arari.

E eu lembro muito bem quando ele começou a
postar as primeiras fotos com o meu auxílio e alegria!

Eu sei que os dias passarão, mas o nosso
amor por Paulo César Ericeira de Sousa (PC Ericeira), passarinho, pois com as
asas de saudade haveremos de te amar para gora e sempre.