25 de fevereiro de 2024

Minha face de amar

Que você
não demore,

pois o
amor não tem hora

Que eu
tenha o riso mais doce que adocica a minha vida

E me irradia
todos os dias

Por isso
eu sei que o amor é desejo

No meu
peito só alegria

Mas
muito mais, não há nada igual

O amor é
arbitrário e entra sem pedir licença

É
semente que estou no meio do coração

É
melodia, e canção lá de dentro de nós

Dá vozes
a nossas vozes

É o silêncio
e o grito

O eco
que mais gostamos de ouvir

Então,
não demore e venha outra vez alegrar o meu existir

Nilson
Ericeira