24 de fevereiro de 2024

Em crepúsculo

Como amanhecer sem mim

Se sem você não estou

Não serei jamais

Um pouco mais

Pois não serei capaz

Vivendo só sem o teu amor

É como anoitecer,

entardecer sem te ver

É ofuscar os sentidos de te amar

Não sei se vou aguentar

É ferir demais

A solidão amordaça a alma

E estraçalha o coração

Dilacera o ser

Sei não serei capaz

Não sei como viver sem

o teu amor em mim

Pois o melhor de mim não está em mim

Mas no teu amor

Não serei capaz

É como acordar sem mim e sem ti

É solidão

   Nilson Ericeira