22 de fevereiro de 2024

Arariensidade!

Este é um sentimento comum aos
ararienses e aos que se permitem abraçar

A cidade que abrasa meu coração e
tempera a minha vida

Os condimentos do festejar de todos
os dias

E no ocaso, reintegra-se num amor do
indizível

Do que só se explica lá do alto

Com as mãos santas do nosso Pai

Que abençoai, multiplicai todos os
dias nossas vidas

De vidas abundantes…

O amor, o nosso amor nasceu e é
regado todos os dias

No compasso dos homens e mulheres
bons

que em ti habitam

Com os passos…

Desbravaram caminhos…

Eu caminharei, tu caminharás…

E se habilitam na conjugação do verbo
amar

Eu amo, tu amas, eles amam, vós amais

Voz!

Ressonância do coração

    Nilson Ericeira