22 de fevereiro de 2024

Se amar é pecado

Se
é pecado amar, sou um pecador

Pois
vivo por amor de um dia, de uns segundos talvez

Quem
sabe da eternidade

Em
quaisquer idades

De
riso e cantos, dos encantos de nós

Vivo
pela graça dos pais e dos nosso avós

Dos
abraços dos amigos

Ah
que saudade!

Eu
vivo a dizer poemas que eu mesmo não sei explicar

Mas
de dentro uma fonte que me pede mais

Sempre
mais…

Eu
vivo para amar

É
que o amor é fonte que abastece todos os dias os seres contritos com Deus

É
esse o amor que me ilumina todos os dias e é clarão

Pois
revela só as coisas do meu coração

Se
chorei e se sorrir foi por amor, ainda bem

Mas
eu sei sou um pecador

Não
me conformo com a maldade do mundo

Sinto
a dor do mundo é não só a minha

Tem
gente que é crente que o que diz se acredita

Mas
não real, por isso um hipócrita à disposição

O
melhor de nós nem sempre ver de imediato

Mas
manifesto, é protesto e reivindicação lá coração

Eu
detesto ter que dar explicações tão banais

De
me justificar do que fiz e do fiz também

De
me julgarem como se juízes fossem

E
antes que alguém prolate a sentença, sou inocente demais

Porém,
eu peco todos os dias

Sou
inconformado com os abismos que homens fazem

Se
eu sou pecador, peco por amor

 Nilson Ericeira