27 de fevereiro de 2024

Saudade de sentir saudade

Há uns dias que sentimos saudade nós mesmos

Com os amigos,

Com a família,

Com os pais, avós, primos e irmãos

Há dias que desejamos viajar por nós mesmos

Viajar nas nossas próprias lembranças

É como se enchermos a nossa própria barca de nós mesmos

E ali, cada um fossem nós próprios

Pessoas que amamos, amaremos para sempre

Os meninos correndo entre nós

Um deles era nós!

A gritaria, o nosso grito!

Por isso hoje eu sinto saudade de mim mesmo

Do que fiz e do que não fiz

Da gritaria na rua: pegou! Pegou!

A melhor saudade é aquele que gostamos de sentir

E procuramos até o melhor lugar e hora para deglutir

Então, vêm os cenários

Nós sempre ali entre todos

Quantas passagens!

Sentir saudade de si mesmo não é para qualquer um

É para quem se permite amar e ser amado

É para quem aprende com o tempo que o tempo é bom o tempo
inteiro

E que a vida não tem graça sem pessoas

Por essa e outras razões que nos devemos permitir amar

E um dia poder sentir saudade como esta

A saudade de si mesmo

 Nilson Ericeira