25 de fevereiro de 2024

Comando do meu coração

Hoje
eu quero colorir meu coração

Para
isso eu enviei o meu grito

E
escutei o meu coração

Lá no fundo, a voz e uma canção de amor

E,
no raso de mim, estações
Nas veias, velhos caminhos ao teu coração

NO
meu colorido, um único sentido, a tua voz em mim

É
que hoje eu me vi mais uma vez pensando em ti

E
lá dentro do meu coração umas revoluções

Aglomerações
de uma gente bonita

Mas
bem próximo de mim só o teu amor me interessa

Por
isso o meu coração tingiu-se das tintas do teu amor

E
resolvi te pintar da minha forma

Com
meus traços, desenhos, faces e compasso

Ao
teu encontro os meus passos silenciosamente só para te escutar

E,
assim, só escutar a voz do meu próprio coração

E
atender os comandos do meu ser

Pois
o meu ser só quer te querer

 Nilson
Ericeira