25 de fevereiro de 2024

Por um instante

Por um instante
Quando te vi pela primeira vez até parece que já te conhecia
Ou mesmo que já existia em mim bem antes
São coisas que só o coração e amor sabem explicar
Ah, aquele riso e àquele jeito de dizer sem falar
Um jeito de alguém que veio para ficar, e ficou
E nunca mais saiu de mim
Ah, àquele jeito de dizer sem pronunciar de alguém que sabe amar
E assim se fez e demonstrou o que é o amor no olhar
O melhor de ti ficou em mim e agora o que restou
E quando eu te vi naquele dia, parece que bem antes o meu coração já sentia
Aos poucos fui percebendo que nasceu em mim o amor
Apareceste com um riso tão discreto e único que eu não sabia explicar
Mas no fundo eu já sabia que era o amor e a fantasia de quem fora feito para amar
Desde àquele instante o meu coração anunciante se preparava para declarar
E assim se passaram os dias e, tudo que eu queria, era outra vez te encontrar
Nilson Ericeira

Vanda Vale Batalha