22 de fevereiro de 2024

O obscurantismo é a pior cegueira!

A
cegueira não lhe permite enxergar parcialmente ou completamente pessoas e
coisas do mundo, mas não lhe tira a capacidade de formação de imagens. O
obscurantismo, pelo contrário, não somente lhe tira a visão das coisas e das
pessoas, mas coloca num plano que você gostaria que fossem. A imagem é único: à
contemplar o ego.

Para
ser obscurantista não necessariamente a pessoa precise ter alguma deficiência
visual, mas deformação mental. O obscurantismo está numa área completamente
diferente da ciência, porém leva o indivíduo a alucinações. Acreditar na
repetição e até usar o nome do sagrado como se sagrado fosse. “A boca diz do
que o coração está cheio”.

Nossos
olhos e sentidos para o acontece ao nosso redor faz bem para a comunidade. Não
devemos passar receitas que levaram, leva-nos ou nos levarão à morte. Desta
forma, precisamos ficar muito atentos aos disparos diários de enlatados
persuasivos nas redes sociais e da grande mídia. Há milhares e milhões de
âncoras que não sabem o que fazem, não sabem o que dizem, desconhecem a
radicalidade do problema, mas sabem muito bem a intenção de suas falas.

A
falência do homem é só se permitir enxergar a partir do que lhe é interessante,
pois dispensa convivências, mesmo que nelas esteja inserido. Isto geralmente
acontece quando há interesses que não os do bem comum.

Enfrentamos
atualmente muitas crises, algumas criadas intencionalmente para desviar o olhar
de outras. Isto é muito claro, basta que nos distanciemos de nossas próprias
convicções, e passemos a analisar o objeto com maior grau de neutralidade possível.
Logo observaremos que estamos pensando só no nosso próprio nicho!

“Tudo
que sei é que nada sei” e ninguém está sujeito a concordar comigo no todo
ou em parte.