27 de fevereiro de 2024

Segredos de mim

Vigiei-me
o tempo inteiro para não expressar

Contive-me
o que pude até o limite

E
segurei a expressão

Mas é
impossível não dizer as coisas do coração

Andei
calado, fingindo, omitindo e dissimulando a dor

Guardei
coisas em mim que não queira dizer para ninguém

Talvez
por convenções, ilusões ou paixões que a vida nos faz sentir

Desejei
sempre omitir para sempre o que trago em mim

É, eu
guardei o amor em mim, só para mim, mesmo sem tê-lo

Não por
egoísmo, mas para preservar o que me há de melhor

Andei
assim, guardando segredo em mim

Os dias
passara e cada vez mais cheguei a uma conclusão

Os meus
segredo são do amor que trago e guardo no meu coração

Nesta
sina de amar sem dizer a razão dou asas a minha imaginação

Então já
me posso guardar o que tenho em mim

Essências
de flores que foram feitas para mim

Ah você
meu amor e meus segredos que não costumo expressar

Mas que
maturam esperando a hora para nascer

Quem
sabe um dia os segredos se afloram e saem a seduzir

E eu
aqui a te guardar com os segredos de mim

 Nilson
Ericeira