22 de fevereiro de 2024

Com vontade de escrever: ‘Devemos dar sentido a nossa vida’

Nenhum problema deve nos
abater, por mais difícil que seja a solução, uma vez que nada depende só de
nós.

Por vezes ‘achamos’ que as
postas se fecham e que não há saídas, porém haverá sempre um novo horizonte
formado cuja perfeição é ‘metafísica’, impossível de compreendermos.

E tomara que meu achismo
seja entendido, assimilado e praticado, se for o caso.

O perfeito e desejado não
nos pertence, o que há é uma estética conceitual que nos torna mais ou menos,
conforme o errôneo julgamento e percepção humanos.  

Haverá tempo para tudo e
ainda veremos coisas mais absurdas, mas não devemos deixar de acreditar no amor
e que as nossas transformações só será possíveis se nos permitirmos. O primeiro
desejo de ser bom e socialmente aceito deve nascer em nós, mesmo que outras
pessoas nos influenciem.

As coisas ruins que nos
acontecem não podem nos amargurar nem podem incutir em nós de que nada presta.
Pois existem pessoas boas que nos ajudam a ser bons de igual modo. Mas quem
ainda não percebeu que a presença e o abraçar de algumas pessoas em nossas
vidas nos fazem muito bem!

É desta forma que devemos
dar novos sentidos as nossas vidas. Pois nada acontece por acaso e há uma
determinação que não nos pertence.