25 de fevereiro de 2024

Ser de espectro

Uns olhares da nudez ou ser de espectro
É certo que somos falhos
Que representamos
ofuscamos, dissimulamos, omitimos
Decerto não nos enxergamos, dificultamos e obscurecemos
Certamente adoecemos, padecemos, envelhecemos
Mas se o nosso olhar nos enxergar
Nos alcançar, nos tocar, nos dobramos
Certamente enxergaremos o mundo: pessoas e suas obras, a arte cotidiana
Se nos vestirmos de coisas boas, até a nossa aparência é real
Se nos cobrirmos de falsidades
Falseadores seremos
Então, ser um ser contraditório nos alaga
Mas se formos o nosso espelho e reflexos da forma que são 
Assim, produzimos luzes
Ao ponto de ser um ser de espectro…
Nilsin Ericeira