26 de fevereiro de 2024

Poema a Jesus Cristo

Assim que ouviram a minha voz,

escutaram-me,

Assim que viram os meus passos,

seguiram-me.

Assim que caminhei,

muitos me abandonaram.

Assim que viram compreenderam a luz da vida,

deram-se vidas.

Assim que o Sol resplandeceu,

acreditaram.

Assim que curei enfermos e sarei feridas,

sararam seus corações.

Assim que resignei na cruz,

entenderam o meu sacrifício.

Assim que perdoei os que me ofendiam,

aceitaram-se no amor.

Assim que dividi pães e peixes,

acreditaram no milagre da multiplicação.

Assim que servir,

aprenderam a ser servidores de homens.

Assim que desdenharam de mim,

perdoei a todos que não sabem o que fazem.

Assim que me maltrataram,

implorei ao Pai que lhes perdoassem.

Assim que vim ao mundo,

anunciei amor.

Assim que a estrela apareceu,

habitei no coração dos homens.

Assim que continuei caminhada,

alguns seguiram, outros perverteram e ficaram pelos caminhos.

Assim que preguei humildade,

fui confundido na minha humildade.

Assim que fiz o homem,

a mulher de sua parte.

Mas eu sou o todo e tudo.

Assim que deixei inocentes,

pecaram…

Assim que se reuniram em meu nome,

lá edifiquei a minha igreja.

Assim que eu percebi o ódio,

levei o perdão.

Assim que fui traído,

já sabia, mas os perdoei.

Assim que me beijaram,

vi traição.

Assim que me procuram,

perdoei, limpei corações…

Assim que me enterraram,

ressuscitei.

Pois eu sou o amor e a vida.

Assim que nasci,

deitei em estribaria e anuncie vidas em abundância…

Assim que os magos surgiram,

vigiei na cumplicidade.

Assim que souberam dos milagres,

Mentiram e me perseguiram.

Mas eu os perdoo,

pois eu sou o amor.

Assim que tiver escassez,

procurem-me, pois eu sou vida plena.

Mas assim que criei o homem,

ele me desobedeceu, pecou.

Mas assim que sangrei na cruz,

coroaram-me de espinhos.

Mas assim que fiz tudo no mundo,

você o destrói.

Assim, saiba que eu sou o tempo,

o vento e o aroma de todas as flores.

Assim que eu te procurar,

abrace-me e aceite-me.

Pois eu sou amor!

  Nilson
Ericeira