20 de fevereiro de 2024

O amor que só eu sem-tir…

Flor
do dia, a alegria e felicidade então

Segure
as minhas meus irmãos e me digam então o que é amor

Vamos
prosseguir e é preciso reagir

Na
trincheira e m tudo quantos for, a luz do amor


a luz do teu amor

E
onde for, por que caminhos vou seguir

E
voarei, caminharei e descansarei em ti

Atravessarei
os mares com todos os meus amares

Igual
um colibri que mudou de estação

E
foi…

‘Nectar’
em outro lugar

Ah
essa luz não vem de mim eu sei

Embora
irradie assim

Pois
sei o que é amor e eu já sentir

Sentir
na dor, na despedida, melancolia, então

Eu
sei, sangrou meu coração, mas eu suportei

E
quando chorei e também sorrir,

pois
sei que estás com o Pai

Em
paz e no amor

E
no clarão da vida e vi o teu sorriso

E
tudo preciso para me conformar

E
te amar assim

Então,
eu sei o que é ser feliz vou cantar e escrever o amor

O
amor que eu sentir com tua despedida meu irmão

   Nilson
Ericeira