22 de fevereiro de 2024

Vida pública versos vida ‘privada”

O Poder público não deveria servir para reequilibrar o devolver condições financeiras de ninguém, por mais gentil, ‘gente boa’ que seja. Muito menos ainda para exibições esnobes de quem quer que seja.

Os princípios constitucionais não devem servir apenas de letras postas, mas respostas ativas para atender o clamor social. E ninguém pode cometer deslizes, crimes, desatinos ou qualquer má conduta alegando desconhecimento da Lei…
Pensar é preciso, mas para quem se permite.
Piriri, parará!