25 de fevereiro de 2024

O amor em maturação

Em tudo há você, no tempero da vida,
no perfume das flores

Há você em tudo, na minha respiração
apressada,

no meu ar apresado e no meu
pensamento impensado

Existe você em tudo que ar, na minha
respiração e no meu ar

Há você em mim e em todo o lugar

Nas paredes da casa, no tempo e no
céu…

Nos mares, nos ares, nos amares, no
oceano

Há você no que vejo e no que não vejo

Há você no mundo e na imensidão

Lá dentro do meu coração, você está

Com os braços abertos me esperando
para amar

Há você em mim e em todo o lugar

Você existe na essência das flores em
todos os jardins

Você no meu coração é o meu nutriente
de amar

Há você no cantinho da sala, na
sombra passante, no sol escaldante

Em tudo há você em mim

Na noite na porta da rua…

Olhando para o céu a vi entre as
estrelas

Naquela que se deslocou, caiu e eu
não sei o lugar

Deve estar me esperando para amar

Há você no frio da noite e no
silêncio do tempo

Há você no vento que leva e traz o
aroma das flores

Há você na semente em maturação

E você existe nas sementes paridas no
meu coração

Nilson Ericeira