22 de fevereiro de 2024

Quase uma despedida

Caso venhas
mais aqui,

despeça-te
de mi para que eu possa seguir

Seguir a
minha viagem com a impressão do amor

Um amor
indexo que confesso é por ti

Mas sei
que te levarei comigo onde eu for

Onde for
te levarei no meu coração meu amor

Ah amor
tão preciso e indeciso que têm falas e vozes

E o lado
de dentro do meu peito o meu coração a te pedir para ficar

És a
razão da vida e a minha estação de amar

Por isso
seguindo dando passos, compassos de amor

E quando
vejo uma flor lembro da essência de ti

Juro que
eu não que existiria com passa de mim

Passa
dos canteiros a essência que tiram de ti

Então,
não vá, fique aqui

Nilson
Ericeira