20 de fevereiro de 2024

O que é o ser humano?

Um
ser dotado de inteligências que, quando dispostas para o bem, o engrandece e o
torna diferenciado. Mas quando usam delas para fins egoísticos e particulares
tendem a causar males a outras pessoas.

Sou
da tese que o homem nasce pessoa e partir de suas relações com o meio e com os
outros humaniza-se. Não obstante respeite quem pense ao contrário. Contudo sei
que nascemos bons. Frutos que somos da inspiração do Criador. Longe de mim
comparar uma ninhada de porcos a pessoas, embora saibamos que não são poucos os
que se assemelham a tais. Doutro modo, não resta dúvida de que o caminho da
nossa humanização se forja e se constrói todos os dias. Exemplos não nos faltam
de pessoas que mudaram a partir de suas próprias experiências ou mesmo seguiram
bons exemplos. Com isso, fica muito evidente que mudaram para melhor. É que ao
tempo em que nos humanizamos, do contrário, podemos também seguir um caminho
adverso e nos brutalizarmos.

Ainda
dentro do espectro das inteligências, penso que muitas de nossas inteligências
ainda estão em descoberto, pois algumas delas nem sabemos tê-las. Para tudo há
a necessidade de exercício ou mesmo fomento, com a inteligência não é
diferente. Contexto em que a educação, a família e instituições sociais podem
ou poderiam ganhar relevância. É preciso descobrir ou redescobrir as pessoas,
pois talentos são ofuscados por falta de conhecimento ou oportunidade.

Humanizar
indica uma ação constante como algo transformado, por assim dizer, passar por
importantes estágios da vida. Quantos de nós escutamos chavões do tipo: ele
envelheceu e não aprendeu! Óbvio que algo aconteça em nossas vidas, há determinadas
premissas a serem preenchidas e, uma delas, é auto permissão. Pois para que
haja transformação devemos nos permitir.

Mas
afinal, o que é o ser humano? Podemos ser apenas pessoas ou pessoas humanas.
Quando nos olhamos no espelho da vida podemos perceber muito nitidamente onde
nos enquadramos.

 

você pode ter Perdido