27 de fevereiro de 2024

O amor em uma nota só

O amor em uma nota só 
Poderia até  dizer numa palavra só 
Mas há tantas outras querem a mesma liberdade
Poderia resumir o dizer
Mas prefiro por inteiro
Dizer o amor requer formulações 
Coisas do coração têm várias faces
Poderia até deixar para algum tempo depois
Mas meu coração não  quer  calar  a voz 
Se eu pudesse viver a escrever numa palavra só 
Cantar numa só voz
E numa nota só
Com traços que deveria pintar
Doi-me re-mir, só lá no coração 
Si a voz em uma canção 
Tudo para dizer que eu te amo
E que sempre será minha a melhor poesia, meu amor, minha alegria
Não importa a sintaxe nem a semântica
O essencial é saber que eu te amo
Nilson Ericeira