22 de fevereiro de 2024

Minha voz naquele dia

Minha voz naquele dia
Quando no começo você  me dizia no olhar
Por vezes nem precisava meu olhar, eu já sentia
Lá  dentro de mim o meu coração já sabia
O meu olhar me dizia a todo momento do amor que sentia
E, assim, eu saía à noite e a qualquer hora do dia e ficava a sonhar
No meu riso, no olhar e na face, você 
Só você por meio do amor, ah esse amor sinestesia 
A minha forma de ser e de viver lá no meu interior se refletia
É que eu não sabia compreender que as vozes do amor atravessam ventanias, tempestades, maresias
Mas eu sei que o amor, o seu amor, lá dentro de mim é só alegria
Mas eu sei muito mais meu amor, você é a voz do meu coração 
Agora já sei compreender o que via e o que sentia naquele dia
Ah esse amor, o amor, o nosso amor é só alegria
Nilson Ericeira