22 de fevereiro de 2024

Você confia nele!

Você confia nele!

Há pessoas afeitas a nos desrespeitarem, portanto, estas não merecem a nossa consideração e salutar convivência. Nem sempre entendem os porquês de nosso distanciamento, mas elas mesmas proporcionam, a partir do momento em que percebemos dificuldades no relacionamento.

Por outro lado, existem seres humanos cuja amizade não abrimos mão. Tanto é que fazemos questão de fazerem parte de nosso convívio. Com o tempo, desfrutam do nosso respeito, companheirismo e amizade, tonando-se pessoas com as quais contamos. Pois sempre presentes em nossas vidas.

E esta relação independe de ser nosso parente ou não. Há pessoas tão especiais que são tão chegadas quanto nossos irmãos!

O egoísmo, a falta de sensibilidade e empatia dos últimos tempos têm afastado as pessoas. Por vezes, em tempos pretéritos, até tínhamos confiança e respeito, porém as atitudes levam à desconfiança e, por fim, a descrédito.

Para que que eu fui confiar!

Veja que não há, em qualquer relacionamento, insegurança maior do que a falta de confiança. É que temos mania de espalharmos coisas que nossos amigos confidenciam e até rechear os ditos dos ‘amigos’ com boa dose de persuasão e espetacularização.

Nessa transferência de informações deformadas pela gula da comunicação, a quebra de confiança.

Não escrevo como quem tem certeza ou mesmo como quem sabe tudo, mas apenas exponho um pouco das minhas impressões sobre as coisas do mundo.

Desde modo pode ser que eu esteja completamente equivocado e até torço por isto.