20 de fevereiro de 2024

A flor!

Você
tão doce menina

Tão
virgem, tão quieta, não fala

Transpira!

Você
tem a essência das flores e o jeito de mulher

É
a forma, a fôrma, a conformação do meu coração

Teu
riso, teu encanto, os olhos reflexos, refletem em mim

A
voz, o corpo, a emoção

Você
me dá tom das cordas do meu coração

É
sinfonia, fantasia e alegria que gosto de ter

E,
assim, que me faz todos os dias de procurar entre as flores daquele jardim

Você
que salga meu ser e condimenta a minha vida

Ah
tão linda menina como eu só queira saber como estás

Se
guarda o toque do amor para me esperar

E
se sabe esperar o tempo que for

Pois
te reservo em meu ser o que mais precioso existe em mim

 Nilson
Ericeira