22 de fevereiro de 2024

Diva divaga em mim

Dádiva da diva que se foi

Da vida atrevida que levou
É que da vida da gente é dádiva
E da vida diva eu queria a parte e o todo
Contudo, eu sei que a diva divaga em mim
Porém sou assim, e diva nada sou
Só solidão é no meu coração, aflição
Se não está aqui, a diva outra vez devagarinho se vai
Por isso que vivo num divã montando os cenários dessa deusa em mim
Nilson Ericeira