22 de fevereiro de 2024

Arari o húmus do amor

Ara
ali nesse torrão.

Arari
no meu coração.

Arari
minha paixão.

  

Mas
o que aconteceu!

A
essência de um cravo ou de uma rosa.

É
a nossa cidade tão formosa.

Inspiração
de Deus e nossa alegria.

Nosso
êxtase e euforia

Então,
ara ali que eu quero ver o que resplandeceu!

Surgiu
da semente de uma flor.

Nossa
felicidade, nosso amor.

Essa
flor é o nosso amor,

é
nossa emoção, é a nossa euforia,

Então
ara ali que vamos homenagear nossa terra tão amada.

 

Ara
ali nesse torrão.

Arari
no meu coração.

Arari
minha paixão.

 

Vou
pegar canoa, vou correr o Rio.

Vou
montar minha engenhoca e espantar muriçoca.

Vou
correr nos campos e pescar capadinho.

Vou
me enlamear e virar menino.

Ara
ali a nossa flor, Arari é meu amor.

Arari
que eu quero ver onde o meu povo nasceu.

Arari
dona Mundoca, Arari de seu Pedoca;

De
Manoel e seu Doca!

Vem
Maria e Joões e também espantem muriçocas.

 

Está
na hora de cortar o bolo.

Chamem
Clodomir e João Lima.

E
quem mais puder.

Os
Fernandes e seu Zé pra também entrarem nessa.

Não
se preocupem que vou chamar o Deça.

Pois
tá na hora de cantar o hino


chamei o seu divino e todos pra parabenizar

 

Ara
ali nosso torrão.


Arari no meu coração.

Arari
minha paixão.


Nilson Ericeira