20 de fevereiro de 2024

Aparências…

Aparências…
Esquecer-se talvez pudesse até ser a solução pras coisas do coração 
Fingir e transparecer que tudo é normal
Seguir como se não existisse e amor não sentisse
Deixar de se iludir com sonhos impossíveis
E não mais viver em devaneios e miragens
Tudo isso talvez alcamasse um coração 
E nem mais precisasse voltar a implorar 
Mas sei que dever ser melhor morrer do wye sofrer por amar
Talvez bem melhor seria não amar ninguém 
Nem ter a ilusão do que produz o coração 
Pois o amor faz doer lá no peito e vive a sangrar
Agora mesmo toma asas e vai te buscar
E me desnuda do meu amor pra te dá 
Tomara que demores a vim me abraçar 
Já anuncia em mim que desta vez vens pra ficar
Nilson Ericeira