25 de fevereiro de 2024

Do amor que não cessa

Eu
tenho coração que pede o teu amor todos os dias

E
não consegue disfarçar a alegria de querer te ver sorrindo todas as manhãs

Espero
o passar do tempo com paciência de esperar

Pois
sei que logo vais chegar para me amar

Então,
vens matar a minha sede desse desejo

E
não esperes por muito tempo, pois é amor o que me nutre e me alimenta todos os
dias

Eu
tenho este coração que parece não conheces

Pois
há seres como eu que não podem esperar por muito tempo

Eu
então te peço, largues tudo e vens ao meu encontro

E
vês se acalma este coração dentro peito

Que
procura todo dia o que tens feito

Quer
detalhe de tua vida todos os dias

Como
tens passado, com quem anda e o que fazes

E
ainda assim, espera que me abraces com todas as virtudes e defeitos

Mas
por favor, acalme este velho coração que parece não ter nenhum juízo

E
me pedir que eu desista de sentir não sentido

Pois
o amor não é fruto do acaso

Mesmo
que sol se ponha já na manhã no ocaso

Logo
estarei a te esperar na luz do dia

Por
és tu a vida do meu coração e por mais que eu tente

Eu
não consigo dissimular meus sentimentos

Pois
hoje e todos os dias da minha vida haverá sempre uma semente do meu amor a germinar

 Nilson
Ericeira