25 de fevereiro de 2024

As emas gulosas ou a sujeira dos porcos

 Acreditem que só em 2021, o
presidente da República do Brasil já gastou mais de 15 milhões de reais,
segundo a imprensa nacional, dando comidas a emas e peixes. Mas coitadinho
dele, não comeu um peixinho de lá. Pudera, querer criar ema que toma cloroquina!

Ainda bem que o presidente
não molha as mãos na água do lago onde vivem os peixes, mas se suja com o
dinheiro do cartão corporativo. Mostra então presente em que é gasto mesmo essa
grana quem vem do suor do povo brasileiro!

Enquanto isso, a fila de
pessoas para adquirir ossos e de pedintes nas ruas do Brasil só aumenta.

O presidente prefere andar
de lancha a andar em toco de bananeira. Bom mesmo se não houvesse emas, peixes,
ratos e peçonhentos bebendo o nosso sangue.

Quem será que dá comidas
às emas quando o presidente tira dois, três dias e até uma semana de férias e
vai andar de lancha? Pobres emas, tristes porcos.

É mesmo uma maldade da
imprensa divulgar e ter interesse quanto gasta um presidente com o cartão
corporativo! Pura maldade. E pasmem, o governo impôs sigilo desde que o
presidente assumiu em 2019.

Pelo menos numa coisa
parece que todos estamos de acordo, um salário de cerca de 29 mil reais não dá
mesmo para sair dando comida para emas!

O que seria melhor, dá milho
aos pombos, ou melhor, às emas, andar de moto ou de lancha? Tá quase na hora do
presidente pegar um toco de bananeira ou mesmo uma boia de caminhão e tirar
para fora.